quinta-feira, 5 de março de 2015

Escritor com suas mãos em silêncio.





Caricatura de Roberto Gomes por Jefferson Schnaider (d'après Olea)

Levo ao conhecimento de quem segue as postagens de minhas crônicas que, depois de dezoito anos na ativa e sem interrupção, deixo de colaborar com o jornal Gazeta do Povo. Mudanças editoriais, corte de gastos, permutas à vista, troca de favores, pressão de gente ansiosa por publicar naquele retângulo de jornal, algo assim. Publiquei na Gazeta quase 500 crônicas. Daria um livro de mil e quinhentas páginas, por aí.
A partir de agora, tiro férias do jornal impresso mas não deixo de publicar aqui no blog. As mãos voltarão a tagarelar. E a incomodar.
Há um consolo. Os leitores não precisarão mais comprar o suplemento que acompanhava minhas crônicas, chamado Caderno G. Aqui é grátis.


2 comentários:

  1. guilhermina moeckel cavalli6 de março de 2015 08:06

    Caro cronista, um "relacionamento" que dure dezoito anos é muito difícil de se encontrar!
    Durante esse tempo, nem dá pra mensurar o quanto proporcionou em alegrias, reflexões e prazeres a muitos leitores, tenho certeza. Leitores que lhe serão sempre fiéis, acredite.
    Claro, é uma porta que se fecha a novos amores por essas mãos "tagarelas"... Não haverá novas Eulálias às turras com seus óculos, nem fantasias e grandes feitos de Liberato Ambrósio de Albuquerque passeando por aí, em domingos ensolarados ou não...
    Fico - como sei que ficarão todos seus leitores/amigos - à espera de suas novas tagarelices. Grátis!!!

    ResponderExcluir
  2. "Gazeta do Povo" certamente perde parte do brilho para o qual suas crônicas contribuíam, Roberto. Mas eu continuo seu fiel e assíduo leitor cá nesse blog.

    ResponderExcluir